Entre Anjos P1

Estou para escrever há anos uma história que paira em minha mente de forma desconexa. Optei agora por escrever os trechos desconexos e ver no que dá. Irei partilhando e espero que um dia a história se forme.

Não imagino que a forma final seja um romance adulto reflexivo. Mas uma história para distrair a mente e viajar por um mundo diferente.

Bom! Aqui está a primeira parte!

 

x.angeles_U

– Ah, então ainda mantém sua vaidade humana?

– Mas que mal há em um pouco de vaidade?

– Bem sabe Benael.

O anjo riu, um riso livre, forte, masculino e contagiante. Sabia de fato que a vaidade entre anjos é condenável por trazer a irracionalidade e em sua função de colaborar com o bem estar humano, a irracionalidade não seria sinônimo de ajuda.

Mas em seu fundo mantinha, um traço comum nos menos evoluídos, uma saudade de um corpo de carne. Um desejo e saudades do toque entre peles, fraternal ou carnal e ainda que sua bondade angelical sobressaísse frente ao desejo terreno, as vezes se deixava levar por pequenas travessuras.

No momento Benael estava ajudando uma humana, a qual não havia nutrido nunca muita empatia, uma guriazinha apática com a vida, descontrolada com as pessoas, realmente desnecessária frente ao reino dos céus. Ainda precisaria de muito tempo para poder trabalhar junto a algum anjo ou equipe.

Ontem contudo algo havia acontecido. Ainda que Benael estivesse mais que acostumado com os constantes pedidos humanos de ajuda. Esta criança fez algo diferente, não especial, mas diferente para seu ego. Achou uma representação humana da imagem de Benael e sem querer lhe enviou um claro sinal de interesse humano em um ser do sexo oposto.

A comunicação sutil sempre foi a forma utilizada pelos anjos e a menina fez com uma clareza que o atingiu diretamente. Tanto que agora ela havia se tornado sua pupila.

– Vamos Benael, não vá se tornar um anjo perdido por essas brincadeiras

– Ah, fui xavecado! Está com inveja, há quantos anos não recebe um xaveco, e a mocinha é bem bonita!

– Isso é pedofilia, ela tem o que? Uns 20 anos? Vc tem no minimo 60 mil vezes mais que isso!

– Ela não é tão nova! Da pra ver, a alma dela até que… ok, ela é bem nova. Fique tranquilo não a pedirei em casamento – e riu zombeteiro, voltando sua atenção novamente à consciência da menina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s