Cair é sim normal!

 

Acho o máximo, a criança corre, cai, os pais a levantam, dão mais uns tapinhas “para sarar” e falam: não doeu!caindo

Que não doeu o quê! Já pensou se é com você na rua?

O mais curioso é que funciona! Geralmente elas ficam felizes com a atenção, olham e são recolocadas onde estavam brincando prontas para cair de novo.

Crianças aprendem que quedas são normais, que na vida nos machucamos e enfrentam essa realidade positivamente, o mais curioso é que nós adultos que apoiamos.

 images

Em compensação, alguns anos depois, vai lá você cair:

– Nossa, você viu? Ela caiu!

– O que aconteceu ela escorregou?

– Ah por isso eu não uso esses sapatos

– Falei que a calçada tava ruim.

– hahahahhahaha

– Você ta bem? Não machucou? Não é melhor tirar um raio-x?

 

É um evento! E dependendo da sua idade surge gente até do chão para ver/ajudar/bagunçar/publicar.

SHOW

No fim, a tensão que temos por medo de cair ou de nos machucar, ou mesmo a falta de saber como fazer é o que mais nos machuca.

Cair deixa de ser considerado normal, no sentido literal ou figurado e não sei bem quando isso acontece, sei que todos somos assim.

Não imagino dizer para algum adulto: Não foi nada!

Mas não deveríamos tratar com dó, olhar com medo de que aconteça novamente, superproteger… quem é superprotegido acredita cedo ou tarde que o risco existe e também temerá.

 

Pense: Caímos porque andamos, levantamos, vivemos e espero poder cair por muitos e muitos anos!