Surdez da multidão

Se eu for dar uma palestra com um grande publico e convidar a todos para saírem da sala, para ir a um ambiente externo. Todos irão ouvir de primeira?

Provavelmente não.

Todos vão serão como surdos.

É essa a mesma surdez que existe quando estamos sempre em grupos, manadas: temos comportamento de bando.

Ficamos surdos ao que nos dizem, ao que nós mesmos dizemos, porque estamos acompanhados e confiamos que estamos seguros.

Mas e se fossemos para um lugar com menos pessoas, com maior proximidade, todos poderiam se ouvir não?

Esse é o problema dos grandes centros urbanos, das grandes coorporações e dos grandes eventos. Comunicação.

Ainda que pareça que nada tenha a ver com nada, tudo está interligado pelo menos motivo:

Quando há muitas pessoas, muitas bocas e mais ouvidos ainda essa soma gera uma total falta de comunicação.

Claro que um microfone/alto-falante poderia resolver a nossa situação da palestra, bem como a organização e tecnologia poderia resolver o problema das cidades e grandes empresas.

Mas é mais agradável ouvir a voz da pessoa e poder responder a ela ou ouvir apenas seu grito, suas palavras unidirecionalmente?

Sentimentos como estresse de um som acima do que gostaria, da impessoalidade, de uma voz unilateral. Surgem.

Se há uma pergunta para o motivo do estresse e caos urbano, creio que esta seja uma resposta.