Comprovado cientificamente porque homens morrem mais cedo

 

Sempre rolou pela internet uma piadinha do” porque os homens morrem mais cedo que as mulheres” com as fotos:

homens_cedo homens_cedo_02 homens_cedo_03

 

Gostaria de agradecer a empresa de publicidade russa AdvTruck por ter realizado uma incrível pesquisa científica para colaborar na comprovação deste fato! Tudo bem… ela não fez isso intencionalmente, mas o resultado foi formidável 517 acidentes em apenas 1 dia de publicidade.

O objetivo real desta empresa era apenas demonstrar que era possível utilizar a lateral dos caminhões para realizar publicidade pois todos veriam ao longo do dia. A questão é que eles resolveram demonstrar isso com jovens peitos femininos! Mas que brilhante idéia!

Devo concordar que a impressão foi ótima, recomendaria a gráfica:

Créditos: AdvTruck

Créditos: AdvTruck

 

Com 30 pares de peitos estampados em sua frota de caminhões, tiveram que tirar seu anuncio de circulação por atrapalhar a circulação da cidade.

Observe o depoimento de um dos envolvidos:

“Eu estava no meu caminho para uma reunião de negócios, quando vi este caminhão com uma foto enorme de seios em seu lado passar. Então eu fui atingido pelo carro de trás que disse ter sido distraído pelo caminhão. Ele me fez atrasar e deixei meu carro na garagem, e embora eu estou segurado ainda não fui ressarcido”

A empresa disse que não pagará pelos danos causados.

Mas o mais importante é que está provado, homens morrem sim mais cedo por causa de mulheres, afinal, imagina se fossem peitos de verdade!

Anúncios

Marcas deixam marcas: Incêndio na fábrica Tazreen

O incêncio na Fábrica Tazreen, ocorrido em 24 de novembro de 2012, levou a morte de 110 pessoas. Testemunhas disseram que, ainda que tenha soado o alarme, os gerentes orientaram para que as trabalhadoras permanecessem no local pois era apenas um teste.

Quando a fumaça e os gritos se tornaram claros a eletricidade havia cessado e nas janelas haviam grades.

 

Grades em algumas janelas (Fonte: desconhecida)

Grades em algumas janelas (Fonte: desconhecida)

 

Algumas das empresas que utilizavam o prédio para produção eram: Walmart, H&M e C&A, Sears

Resposta das empresas

  • A Walmart, a Sears e muitas alegaram que não sabiam que a Tazreen Fashions fazia suas roupas, Curiosamente a Tazreen Fashions ja havia sido multada por uma inspeção solicitada pelo próprio Walmart.

Quem foi acusado?

  •  13 pessoas por negligência, dentre eles os proprietários, sendo que a condenação será a prisão perpétua.

A ordem de prisão foi dada até o momento a 6 envolvidos, incluindo os proprietarios que estão foragidos (dados de 31/12/2013).

Quem até agora foi punido?

  • Os guardas e capatazes.

 

A impunidade e o “ignorância” parece não ser um atributo apenas brasileiro, quem se beneficiou com a exploração dos trabalhadores não sofreu penas e suas marcas permanecem com destaque no mercado, inclusive um destaque especial pela sustentabilidade, mas não vejo em seus relatórios ambientais, nada a respeito da conduta com estes “desconhecidos” fornecedores.

 

Evitei aqui trechos de familiares e descrições do desespero dos que ligaram para os familiares para dizer que não conseguiriam sair com vida, mas caso queiram mais informações clique aqui.

Para ler mais sobre as penas aplicadas clique aqui.

tazreen

Marcas deixam marcas: Premiação às empresas com pior imagem no mercado

O Oscar vai para:

GAP!!!! 

Recentemente foi publicado o Public Eye Awards uma premiação para as empresas com a pior imagem no mercado, considerando o histórico social e ambiental.

A GAP fo a ganhadora de 2014, e minha pergunta é: Por que a GAP?

A acusação a Gap se deve após o desastre em Rana Plaza, ocorrido em 24 de abril de 2013, quando um prédio de oito pisos desabou em Savar (Bangladesh), matando 1135 pessoas.

rana_plaza

O “zoom” desta foto preferi não colocar (fonte: desconhecida)

Ao surgirem rachaduras nas paredes do prédio, todos foram alertados quanto ao risco, mas optaram por continuar em funcionamento, alegando que era seguro, o desabamento ocorreu no dia seguinte.

As fabricas instaladas no prédio produziam roupas para mais de 100 empresas tais como:

  •  Grupo Benetton
  •  The Children’s Place
  •  Primark
  •  Monsoon
  •  DressBarn
  •  H&M
  •  Mango
  •  Marks & Spencer
  •  Tesco
  •  Matalan
  •  Zara’s
  •  PVH (proprietaria da Calvin Klein e Tommy)

Depois do desastre os sindicatos organizaram um acordo compulsório, o qual a Gap se recusou a assinar, sendo esta a principal causa da escolha da GAP para o Hall of Shame do Public Eye Awards 2014.

 

RESPONSÁVEIS

O governo:

  • O governo diz que fechará 16 fábricas em uma primeira fase visando melhorar a segurança dos trabalhadores.
  • Também ja havia criado uma comissão para coordenar inspeções nas 4500 fábricas têxteis de Bangladesh.
  • Até 08 de maio teriam sido detidas 12 pessoas para invesigação, dentre elas o proprietário do edifício, que tentou fugir.

As empresas:

  • Bom a Benetton se acha sustentável:  Sustentabilidade
  •   “The Children’s Place” declara em seu site que está unida a uma Aliança que visa fortalecer e proteger os trabalhadores das fabricas de Bangladesh, através da prática da transparencia empresarial e com metas mensuráveis de melhorias.Devo dizer que me convenceu.
  •  A Primark ao que parece também esta tentando remediar a inação, através da assinatura do mesmo Acordo/Aliança; do desenvolvimento de programas de auxilio e; da destinação de 2 milhões de dólares em carater emergencial a todos os trabalhadores que escaparam com vida.

Mas até aí fazer publicidade de sustentabilidade e  de apoio aos trabalhadores acho demais e como podem ver nos links, eles fazem!

 

Para mim parece o ruim e velho marketing… a não ser que em menos de 1 ano eles tenham resolvido ser uma boa empresa… DE VERDADE

 

Enquanto isso a GAP…
A principio ela se recusou a participar da aliança, depois creio que algum bom senso tenha vindo e eles em outubro de 2012 aceitaram assinar o acordo.
Contudo acho bem curioso ler a pagina deles: GAP

 

Com textos emotivos, falando da profunda tristeza que sentem com AS tragédias de Bangladesh e ao mesmo tempo alegando que produziam apenas exporadicamente no local do incêncio (sim, eles são tão responsáveis que participaram tanto do incêndio na Fábrica Tazreen, quanto desse desmoronamento e ainda de um outro incendio na fabrica Aswad Knit)

 

Honestamente, não entendi a perseguição com a GAP, nenhuma das empresas que citei tiveram boa conduta, varias aparecem em matérias de outros incendios. A GAP é de fato uma honorável reincidente, contudo assinou em 2012 e em 2014 esta sendo punida por não ter assinado o acordo?

 

Será que estão faltando empresas para dar o prêmio do Hall da Vergonha de 2014? Não, não acho…