Retirar a Maquiagem – Dicas para dias de crise

*Conheça sua pele, se tem pele sensível tome cuidado com os testes.

Sempre fui muito pão dura, mas tirar a maquiagem com sabão e água é um processo sofrido, longo e demorado. Tentei usar o shampoo da Johnson infantil (chega de lágrimas), mas aquele molhaceiro na pia ainda era inevitável, fora que as vezes ainda garantia a maquiagem de panda.

maquiagem panda

Até que em um momento de fúria resolvi tentar um hidratante, sim! Hidrantante para tirar a maquiagem. E o melhor, funcionou :)

A vantagem é que creme hidratante, diferente de demaquilante é algo que ganhamos fácil e não precisamos gastar com ele.

Nesta demonstração usei:

  1. Caneta delineadora da Avon (ela costuma a ser mais forte, mas está acabando)
  2. Delineador líquido da Maybelline
  3. Lápis para olhos da Payot
  4. Algodão (aqueles de rolo mesmo, não precisa ser o especial para remover maquiagem e evite o papel higiênico, ele se desfaz)
  5. Creme hidrantante, nesse caso o Cuide-se bem de Leite e Mel da Boticário

 

O processo resumidamente consiste em passar o hidratante com o algodão sobre a maquiagem, esperar uns 5 segundos até umedecer e retirar a maquiagem com o mesmo algodão.

  1. Coloque o hidratante no algodão e esparrame, se deixar como está na foto há riscos de entrar no olho.
  2. Aplique delicadamente sobre a maquiagem e deixe por uns 5 segundos para hidratar (da para ver na foto o brilho do hidratante levemente acumulado)
  3. Passe novamente o mesmo algodão umas 3 vezes e terá no máximo uma sombrinha da maquiagem.

Tirei foto da minha mão porque achei mais fácil demonstrar e poupa vocês de me verem :P

 

Observações:

*Se o algodão ficar muito sujo umedeça outro algodão com hidratante e passe novamente

*Gosto de lavar o rosto no final para retirar qualquer resíduo

* Seja sempre delicada com sua pele, nunca puxe a pele ou friccione

*É possível usar outros hidratantes, mas recomendo os mais suaves

*Se ainda ficar resíduo lave o rosto e repita a aplicação

 

Anúncios

Ode aos olhos escuros

Dizem que os olhos são o espelho da alma.

Cantam-se as cores destes magníficos espelhos, azuis, verdes, mel, em elegantes cavaleiros sobre cavalos brancos e em princesas guerreiras ou indefesas.

Esquecidos ficam os espelhos com a cor da noite. Quando lembrados reservam-se a eles os olhos dos vilões, da maldade.

Por muitos anos, como muitos, desejei ter os puros olhos azuis.

Mas os anos me ensinaram que sua pureza está na sua transparência e sem nenhum remorso suas pupilas delatam seus donos e demonstram, o amor, o medo, a paz, a raiva.

Meus olhos tem mistérios, que só se revelam quando desejo. Além de fiel amigo, ele não reflete a alma, mas permite que um bom observador veja aquilo que observa, refletindo o mundo como um espelho.

Tenho em meus olhos o mundo, meu encanto.

Talvez não sejam o espelho da alma, mas trazem em si o enigma da esfinge: Decifra-me ou devoro-te.

E se em algum dia você, com seus olhos de jabuticaba, ainda desejar ter olhos claros, encontre o único capaz de desafiar seu mistério, o Sol. Respeite-o, nunca olhe diretamente, mas permita que ele revele a força de sua alma. Verá um espelho vermelho e intenso tal qual aquele que o revelou.

olhos